Papa pondera, durante catequese, sobre a importância da Páscoa

Francisco dedicou a catequese ao Tríduo Pascal e falou sobre a importância da ressurreição de Cristo

Da redação, com Boletim da Santa Sé

O Tríduo Pascal foi o tema da catequese do Papa desta quarta-feira, 28 / Foto: Reprodução Youtube Vatican News

Na Catequese desta quarta-feira, 28, o Papa Francisco ponderou a respeito do Tríduo Pascal e questionou os fiéis: qual é a festa mais importante para nossa fé, a Páscoa ou o Natal? “A Páscoa porque é a festa da nossa salvação, a festa do amor de Deus por nós, a festa, a celebração da sua morte e ressurreição”, respondeu o Sucessor de Pedro.

Dando continuidade às reflexões, Francisco falou sobre as celebrações pascais que culminam na compreensão do grande mistério: a morte e a ressurreição de Cristo. Os três dias que se sucedem ― quinta-feira, sexta-feira e sábado ― são de suma importância à vida cristã.

“Esses três dias propõem ao povo cristão os grandes eventos da salvação operados por Cristo. Assim os projetam no horizonte de seu destino futuro e os fortalecem no compromisso de testemunha na história”, explicou o Santo Padre.

O momento em que Cristo ressuscita é crucial para a fé cristã. As palavras “Cristo ressuscitou” são de fundamental importância para o Tríduo. “Começa ali o caminho para a missão, para o anúncio: Cristo ressuscitou. E este anúncio, para o qual o Tríduo nos prepara para recebê-lo, é o centro da nossa fé e da nossa esperança, é o núcleo, é o anúncio, é ― a palavra difícil, mas que diz tudo ― o kerygma, que Ele continuamente evangeliza a Igreja e esta, por sua vez, é enviada para evangelizar”, esclarece Francisco.

O cristão é um pecador

Durante a catequese, o Santo Padre alertou para as promessas de falsos cristãos, aqueles que se dizem justificados por Jesus, mas são portadores de um discurso ilusório e falso. “E esses falsos cristãos terminarão mal. O cristão, repito, é um pecador ― todos somos, eu sou ―, mas temos a certeza de que quando pedimos perdão, o Senhor nos perdoa. O corrupto finge ser uma pessoa honrada, mas no fim o seu coração já apodreceu. Uma nova vida nos dá Jesus. O cristão não pode viver com a morte na alma, nem mesmo ser uma causa de morte”, alertou.

Por fim, o Papa Francisco pediu aos fiéis que vivam o Tríduo Santo em sua plenitude, que possamos nos aprofundar no mistério da morte de Cristo, morto e ressuscitado por nós. “E vos dou um conselho: na manhã de Páscoa, leve as crianças à torneira e peça-lhes que lavem os olhos. Será um sinal de como ver o Jesus Ressuscitado”, finalizou.

O post Papa pondera, durante catequese, sobre a importância da Páscoa apareceu primeiro em Notícias.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta