Deus sempre passa por nossas vidas, diz Papa a jovens lituanos

Uma multidão de jovens se reuniu na Praça da Catedral de Vilnius para ouvir as palavras do Santo Padre

Da redação, com Vatican News

Dando sequência à sua 25ª Viagem Apostólica, que acontece nos Países Bálticos, o Papa Francisco se dirigiu aos jovens lituanos, que se aglomeram para ouvi-lo na Praça da Catedral de Vilnius, na Lituânia.

Papa recebe o jovem lituano Jonas / Foto: Reprodução Vatican News

Antes de se dirigir ao público, o Santo Padre ouviu o relato de dois jovens católicos, Mônica e Jonas, que em breves discursos relataram suas experiências com a fé. Jonas, por exemplo, contou como sobreviveu a uma doença grave graças à fé. Casado, Jonas ressaltou a importância do matrimônio e como isto o auxiliou a superar as dificuldades que a ele foram impostas.

Em um tom descontraído, Francisco deu início ao seu discurso, com a ajuda de um tradutor, e agradeceu o testemunho dos dois jovens lituanos que falaram sobre suas experiências pessoais com a fé. “Recebi-o como vindo dum amigo, como se estivéssemos juntos sentados nalgum bar, contando as coisas da vida, tomando uma cerveja ou uma ghira, depois de ter estado no Jaunimo Teatras”, disse.

O Sucessor de Pedro ainda lembrou a importância da fé do dois jovens, que mesmo diante de tantos abalos pessoais não deixaram de crer. “Também tu, Jonas, encontraste nos outros, na tua esposa e na promessa feita no dia do matrimônio, motivo para prosseguir, lutar, viver. Não permitais que o mundo vos faça crer que é melhor caminhar sozinhos”, alertou.

Evitar o individualismo, hoje tão comum no mundo contemporâneo, é algo que devemos nos esquivar a todo custo, explicou o Papa. “Não permitais que o mundo vos faça crer que é melhor caminhar sozinhos. Não cedais à tentação de vos concentrar em vós próprios, de vos tornar egoístas ou superficiais perante a dor, as dificuldades ou o sucesso passageiro”, enfatizou. “Somos cristão, devemos ter diante de nós a santidade, mas na comunhão com os outros”, acrescentou.

Amor ao próximo

O Papa pediu ainda que os jovens tenham caridade e amor aos mais necessitados, aqueles que precisam de ajuda e acabam esquecidos pelo mundo. “Ver a fragilidade dos outros situa-nos na realidade, impede-nos de viver debruçados sobre as nossas feridas”, afirmou o Sucessor de Pedro.

“Queridos jovens, vale a pena seguir Cristo, não tenhamos medo de participar na revolução a que Ele nos convida: a revolução da ternura”, exaltou Francisco, aplaudido pela multidão.

Ao final de seu discurso, o Papa rogou que os milhares de jovens lituanos escolham caminhar nos exemplos deixados pelo Filho de Deus. “Ele nunca descerá do barco da vossa vida, estará sempre na encruzilhada das nossas estradas, não cessará jamais de nos reconstituir, mesmo que às vezes nos empenhemos a demolir-nos”, finalizou.

O Santo Padre realiza até terça-feira, 25, sua 25ª Viagem Apostólica, e visitará três países Bálticos: Lituânia, Letônia e Estônia.

O post Deus sempre passa por nossas vidas, diz Papa a jovens lituanos apareceu primeiro em Notícias.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta