Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Manilha

cartaz_JMJ_SIMULADO_DAS_CATEQUESES_10052012142847

Catequeses Mobilizarão a cidade

É hora de espalhar a notícia e de mobilizar a comunidade para o Simulado de Catequese quer tomará conta da cidade do Rio no próximo sábado, dia 19 de maio, em preparação para a Jornada Mundial da Juventude Rio2013.

A programação para o evento já está fechada. Segundo um dos diretores do Setor de Preparação Pastoral do Comitê Organizador Local (COL), padre Arnaldo Rodrigues, as catequeses seguirão a mesma estrutura das que acontecem durante as Jornadas: animação inicial; oração; abertura; palavra de boas vindas; pregação e espaço para perguntas. O encerramento será com a celebração eucarística.

O simulado, que será realizado em pelo menos uma paróquia de todas as 35 foranias da Arquidiocese do Rio de Janeiro, tem como lema o versículo “Sede firmes na prática da hospitalidade” (Rm 12, 13).

As catequeses começarão às 8h, com previsão de término ao meio dia. Durante todo o evento haverá atendimento para confissões feitas pelos padres das demais paróquias da forania. A pregação será feita pelos bispos auxiliares e sacerdotes da Arquidiocese do Rio e de dioceses vizinhas.

O simulado tem por objetivo avaliar a estrutura e logística das paróquias para receber os peregrinos em 2013, além de cuidar da espiritualidade dos voluntários.

De acordo com padre Arnaldo, a expectativa do COL é que o evento dê bons frutos. “Teremos pessoas nas paróquias onde acontecerá o simulado que estarão em todo momento fazendo uma avaliação da estrutura, da parte espiritual e do local. Mas, sobretudo desta parte de infraestrutura, organização e logística, para que possamos também apontar os desafios maiores que teremos”, afirmou.

O padre lembrou ainda que é importante que cada voluntário participe do simulado na sua forania de origem. “Não é porque a ‘minha paróquia’ não recebeu o simulado que ‘eu’ não vou participar. Pelo contrário, é hora de estar unido a outras paróquias neste simulado e participar da sua forania. Porque é uma forma de já começar a exercer sua missão de voluntário. Você conhece a realidade da sua paróquia, do seu bairro, da sua forania e isso facilita muito toda essa parte de logística da estrutura do simulado”, destacou.

rio2013.com

Comentários

comentários

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email