Testemunhos da Semana Santa 2017

Vivenciamos nos últimos dias a Semana Santa, foram dias repletos de amor, fé e reflexões, que nos levaram a sentir a imensidão do amor de Cristo por nós.

Nestes dias ouvidos e observamos vidas sendo transformadas, pessoas sendo renovadas e inúmeros depoimentos que demonstram que a fé e o amor Cristão “ressuscita” vidas e, é capaz de transformar pessoas simples, como eu e você, em anunciadores da palavra de Cristo.

Tomando por base estes sentimentos, reunimos neste post três relatos de membros de nossa comunidade sobre suas experiências vividas nesta semana pascal.

Domingo de Ramos (Missa de Ramos) – Por: Carlos Antonio Faria, catecúmeno e membro da comunidade Dom de Deus

“Há 3 anos eu tive um reencontro com a igreja e passei a participar efetivamente dos eventos paroquianos, a partir disso, tive contato com a missa de ramos, onde pude notar que muitas coisas ainda faltavam em mim e que muitas outras precisavam ser mudadas.

A missa de Ramos é uma celebração linda, na qual podemos nos aprofundar cada vez mais na caminhada de Cristo, um caminho que devemos nos espelhar e, ainda podemos sentir o amor que Jesus tem por seu povo, e é este amor que me faz caminhar em sua direção, caminhar sempre ao seu lado. Enfim, a missa de ramos nos mostra tudo aquilo que precisamos, nos revela a importância da nossa caminhada com Deus, a importância de viver tudo aquilo de ele tem para nos dar, tudo aquilo que ele reservou para nós.”

Quinta-feira Santa (Missa da santa Ceia do Senhor) – Por: Rafaela Oliveira – catequista e integrante da pastoral da Liturgia.

Há quase cinco anos comecei minha caminhada na igreja, caminhada na fé Cristã, entretanto este foi o primeiro ano que pode participar da missa da Santa Ceia do Senhor, e está foi tão marcante para mim, pois pude perceber o quão humilde é o nosso Senhor e ainda refletir sobre a importância e o real significado de orarmos por nossos sacerdotes, ato que infelizmente muitos não fazem ainda. Por fim, foi uma missa linda na qual refleti muito, me emocionei e pude ver o quão grandioso Cristo é, o quão humilde e resiliente e amoroso ele sempre foi e, nós seguindo seu exemplo, também devemos ser.”

Sábado Santo (Vigília Pascal) – Por: Márcia Santos – catecúmena

“Por certo tempo estive afastada da igreja por motivos, ou melhor, desculpas que atualmente nem eu entendo porquê existiam. Entretanto, há cerca de dois anos floresceu em meu coraçao a vontade de retornar a igreja, apartir daí comecei a catecumenato e durante este curto tempo pude perceber o quanto Cristo nos ama, o quão importantes somos para ele e o quanto ainda preciso mudar, crescer também crescer na fé.

Bem, no último sábado ocorreu na paróquia o batismo e a primeira eucaristia de alguns catecúmenos e a renovação desses sacramentos para os que já os possuíam, como é o meu caso. E confesso que cheguei a missa um pouco desamimada, mas quando vi meus amigos sendo batizados e recebendo a eucaristia pela primeira vez me bateu uma emoção, um sentimento de amor que até hoje não sei explicar, e naquele momento percebi que mesmo sendo tão falha, pequena e pecadora Jesus me ama, o que me fez pensar: “Como pode um amor tão grande assim, por alguém como eu?”, neste momento desmoronei, não conseguia parar de chorar e o único sentimento que se passou no meu coração foi gratidão, GRATIDÃO A CRISTO! E eu rezei em agradecimento a Jesus por ter morrido naquela Cruz por mim, por todos nós, agradeci a ele o Dom da Vida, agradeci por cada deserto que tive que atravessar para chegar até aqui e também por todos os milagres e bênçãos que ele realizou em minha vida, o agradeci por sempre está ao meu lado. Por fim, posso dizer que nesses quase 25 anos que tenho, nunca havia sentindo um amor tão grande, um sentimento tão lindo, um misto fé, gratidão e amor por Cristo.”

“Espera no Senhor e sê forte! Fortifique-se o teu coração e espera no senhor!” (Sl 25, 14).

Comentários

comentários