Em Madagascar, Papa discursa junto aos jovens no Campo Soamandrakizay

Após o encontro com bispos na Catedral de Andohalo, Francisco se dirigiu ao Campo Diocesano de Soamandrakizay e discursou para 100 mil jovens

Da redação, com Vatican News

O Papa Francisco durante seu discurso aos jovens em Madagascar / Foto: Reprodução Vatican News

Dando continuidade à sua 31ª Viagem Apostólica, o Papa Francisco esteve no Campo Diocesano de Soamandrakizay. Antes, porém, Francisco se reuniu com o episcopado de Madagascar e pôde visitar o túmulo da beata Victoire Rasoamanarivo ― leiga que se dedicou a cuidar dos mais necessitados. Em seguida, fez um discurso a 100 mil jovens fiéis que se aglomeraram para ouvir suas palavras. O lema desta viagem a Madagascar é “Semeador de paz e de esperança”.

“Estamos muito felizes em acolhê-lo em nossa querida pátria. É um sentimento comparados às crianças que encontram o querido pai. Acolhemos em sua pessoa o bom pastor que veio procurar as ovelhas nas periferias geográficas”, disse o Presidente da Comissão Episcopal para os Leigos ao Pontífice.

Diversos jovens de Madagascar realizaram uma apresentação musical. Um rapaz de 27 anos deu seu testemunho ao Papa e contou como se sentiu convidado por Deus a estar próximo dos mais necessitados ― o jovem ajudou diversos homens presos em visitas aos presídios locais. Outra moça, de apenas 21 anos, contou ao Santo Padre que embora tenha encontrado diversas dificuldades em sua vida, fossem elas econômicas ou culturais, jamais deixou de professar sua fé.

Finalmente, foi a vez de o Sucessor de Pedro dirigir suas palavras aos jovens que foram recebê-lo e ouvi-lo. “Obrigado pelos cânticos que realizaram com tanto entusiamo”, disse o Papa.

Acompanhe
.: Cobertura completa da Viagem Apostólica do Papa a Moçambique, Madagascar e Maurício

Lembrando as palavras do jovem que seguiu com seu trabalho missionário ajudando aos prisioneiros, apesar de todos os percalços que encontrara, o Papa enalteceu sua postura e o quanto isto engradeceu o jovem diante dos olhos de Deus. “No teu coração, há muito que tinhas o desejo de visitar os prisioneiros. Isto se tornou sua missão pessoal e sua busca ajudou a tornar o mundo mais evangélico. Compreendeste como o Senhor se comprometeu contigo, dando-lhe uma felicidade que o mundo não poderá tirar”, observou.

Francisco ainda pediu que os jovens se atentem às estradas fáceis que não levam a lugar algum. “Essas ilusões que nos anestesiam, tiram-nos a vitalidade, alegria, tornam-nos dependentes e nos fecham num círculo cheio de amargura”, advertiu.

“O Senhor convida a ter confiança e coragem em vós mesmos”, continuou o Sucessor de Pedro. “É uma resposta cristã aos numerosos problemas que têm que enfrentar. Pergunto a cada um de vós: ‘Cristo pode contar contigo? Madagascar pode contar contigo?’ O Senhor, porém, não quer aventureiros solitários”, afirmou diante dos atentos jovens moçambicanos. 

Francisco salientou que somos uma grande família e que Madagascar tem uma protetora, que se chama Maria. “Sempre me impressionou a força de Maria, a força daquele ‘faça-se em mim segundo a Tua palavra’ que ela diz ao anjo. É um sim diferente. Ela disse sim sem subterfúgios. O sim das pessoas que querem se comprometer e assumir os riscos. Que a luz da esperança não se apague”, enalteceu o Papa.

Ao final, o Pontífice se juntou a algumas dezenas de jovens que cantaram e dançaram. Foi abraçado por todos, num momento de ternura entre o Papa Francisco e seus jovens fiéis.

O post Em Madagascar, Papa discursa junto aos jovens no Campo Soamandrakizay apareceu primeiro em Notícias.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta